Textos


TROPEÇOS...

TENHO TROPEÇADO NOS CAMINHOS QUE SIGO,
TENHO MACHUCADO OS PÉS,
ESFOLADO OS DEDOS...
TENHO VERGADO O CORPO,
SOB O PESO DE DORES,
MAS TENHO SEGUIDO...
-EM FRENTE!
SÃO CAMINHOS TORTUOSOS E ESQUISITOS,
CHEIOS DE SURPRESAS E MEDOS!
TROPEÇOS DADOS POR PASSOS DECIDIDOS,
QUE NÃO MUDAM A DIREÇÃO DOS PASSOS
NEM O SENTIDO!
A DOR DOS TROPEÇOS TRANSFORMA-SE EM GRITOS:

ONDE O AMOR DOS PAIS PELOS FILHOS?
ONDE O RESPEITO PELOS DESFAVORECIDOS?
ONDE A COMIDA PROS FAMINTOS?
ONDE O TRABALHO PROS HOMENS NECESSITADOS?
-PROS VELHOS EXPERIENTES,
PROS JOVENS COM O FUTURO NO INICIO?
ONDE A SAÚDE PROS DESVALIDOS?
ONDE A EDUCAÇÃO?

E A CADA TROPEÇO, UM NOVO GRITO...
AS PALAVRAS NASCEM EM MINHA ALMA EM TORRENTES...
E AS ESCREVO COM EMOÇÃO E LOUCURA!
NÃO SEI SE ME ESCUTAM ESTES GRITOS...
SEI QUE VEM DE DENTRO DE MEU PEITO, DE MINH'ALMA!
CALMA... TENTO TER CALMA NA CAMINHADA...
MAS GRITO A CADA TROPEÇO, PARA QUE ALGUÊM ME OUÇA...
PARA QUE ALGUÊM VENHA COMIGO!
OS PASSOS, A ESTRADA, OS TROPEÇOS
NÃO SÃO PARTICULARES NEM DE FORO INTIMO...
OS PASSOS SÃO NOSSOS PASSOS...
E SÃO TÃO URGENTES QUANTO O TAMANHO DA ESTRADA!

EDVALDO ROSA
03/05/2007
WWW.SACPAIXAO.NET 

 

Edvaldo Rosa
Enviado por Edvaldo Rosa em 03/05/2008
Alterado em 04/05/2008


Comentários


Imagem de cabeçalho: Shandi-lee/flickr