Textos


DESCREVER O AMOR ...


qUERO TANTO DIZER-TE SOBRE O AMOR...
pROCURO EM MIM AS PALAVRAS CERTAS,
MAS UM SILÊNCIO PROFUNDO SE MANIFESTA,
E SE ME CALA A BOCA,
O CORAÇÃO NOENTANTO SE AGITA,
E A ALMA EXULTA INQUIETA!
TANTAS PALAVRAS COLHO,
NO MONTURO DE MINHA MENTE,
UMA A UMA DISTRIBUO,
NO ESPAÇO PÁLIDO DA FOLHA DO CADERNO...
E VÃO-SE ASSIM SE ESBOÇANDO
PENSAMENTOS E SENTIMENTOS TERNOS!
uMAS PALAVRAS QUEIMAM,
OUTRAS GEMEM,
OUTRAS BRILHAM,
OUTRAS SORRIEM, OUTRAS CHORAM!
fICA ASSIM EXPOSTO O MEU MAIS INTIMO ESPECTRO:
NÃO SOU NADA, NADA, SEM TEUS CARINHOS,
MENOS AINDA SEM TEU AFETO!
NÃO SOU NADA SEM TEUS CUIDADOS,
MENOS AINDA SEM TEU SEXO!
E MEU AMOR SE CONFUNDE ENTRE O MATERIAL E O ETÉREO;
ENTRE O GOZAR COM TEU CORPO,
E O EXULTAR DE MINH'ALMA COM TUA ALMA...
NOSSO AMOR ENTÃO É PURO ENCANTO!
QUANTO DE SONHO E DE REALIDADE SE MESCLAM?
E AMAR-NOS, DOAR-NOS É UM DESCORTINAR-SE TERNO!
COMO DESCREVER DO NOSSO AMAR TANTO MISTÉRIO?


EDVALDO ROSA
29/01/2008
WWW.SACPAIXAO.NET

Edvaldo Rosa
Enviado por Edvaldo Rosa em 30/01/2008


Comentários


Imagem de cabeçalho: Shandi-lee/flickr