Textos


VIAGEM DE AMOR 


Vasculho tuas entranhas 
Decifrando tuas entrelinhas 
Lá, no cantinho mais profundo 
Está o teu querer por mim adormecido 
Sou aquele pingo d’água 
Que goteja incessante na tua testa 
Teus hormônios fazem festa 
Quando se lembram de mim 
Viajando dentro de ti 
Leio em tua memória, que 
Sou aquele ser implicante 
Como pulga na camisola Insistente e cola-cola 
Tu finges indiferença 
Querer descontente 
Como fome sem vontade de comer 
Mas ausento-me um pouco 
Tu já ficas louco 
Alvorotando-se por mim 
Numa viagenzinha tonta 
Um, dois, três... 
Estou pronta 
Vamos nós dois namorar 
Falsa indiferença desaparece 
Desejo cresce, cresce 
Amor sempre vence! 

Denise Severgnini

13/01/2007

Viagem para o amor!

Em mim tanta loucura,
um sentir-me renovado,
na frente do tocador
alinhava os cabelos...
E entre os escovar dos cabelos,
revia os planos futuros...
Descalço quase em pelos,
sentia tremer meu corpo inteiro!
E entre sonhos que me saltavam aos olhos,
lembrava tuas palavras, ditas quase em segredo:
Te amo, te quero, te quero!
E elas me insuflavam o peito!
Estavas pronta pro desafio,
para a viagem de nossos sonhos:
Irias finalmente viver comigo!
Meus braços tão esperançosos por recebê-la
por inteiro,
estavam trêmulos,
como se nunca antes te houvessem abraçado!
Meus lábios refletidos no espelho,
meneavam músicas ternas e passionais...
Meus olhos meio que envoltos em lágrimas,
não deixavam de denunciar o que me ia no peito:
Estava feliz como nunca antes me sentia estar!
Tu irias ter comigo num ponto da estrada,
traria os seus poucos pertences,
a mim se entregaria...
E na boca que murmurava músicas passionais,
um sorriso então havia!
E a minha solidão estaria ficando pra traz,
sim, esta viagem eu faria,
para estar a teu lado,
para nunca te deixar jamais!

Edvaldo Rosa
22/10/2006 



www.sacpaixao.net 
Edvaldo Rosa
Enviado por Edvaldo Rosa em 15/01/2008
Alterado em 01/06/2008


Comentários


Imagem de cabeçalho: Shandi-lee/flickr