Textos


CAMPO DE GIRASSÓIS...

Estamos vivendo dias tristes, de inseguranças e solidão, mas por mais cuidado que devamos tomar, conosco e com aqueles a quem amamos, podemos desesperar, mas não sucumbir ao desespero...
Com toda a dor que sentirmos, a cada lágrima que viermos a derramar, possamos verter os olhos ao invisível... Que possamos olhar para dentro de cada um de nós, que possamos notar: Estamos conosco mesmo, com toda uma história de vida, cheias de batalhas vencidas, de esperanças vitoriosas e de dádivas recebidas quando pensávamos não haver saídas...
Olhando para nossas intimidades, reencontraremos sim, segredos, mistérios, marcas profundas, outras ainda mal curadas, pelo simples fato de não sermos perfeitos... Estamos sempre em construção!
Mais que isso, olhando para nós mesmos, dentre os sentimentos, vejamos aqueles que podem vencer qualquer isolamento, e a mais severa solidão, e os façamos vibrar! E nesta vibração, os façamos ecoar... Sentimentos de nossas almas ecoando, sentimentos de nossos corações ecoando, possa ser nesta hora o som, a voz, que quebre todo o silêncio que envolve tanto isolamento, tanta dor, tanta insegurança...
Reencontremos a força interna que nos fez caminhar, mesmo quando não enxergávamos estradas... Perseverar quando duvidamos de nossas forças...
Que, se não retira de nossas costas o fardo do medo, o possa minimizar!
Pelo fato de estarmos apoiados naquilo que faz com que sejamos o que somos, o que nos conduziu pelos caminhos em fomos nos formando...
Essa força, essa luz, esse som, esse nós, intimo e indissolúvel, é a força que nos fez e faz perseverar: Alma! Espírito! – Sentimento de desejo de existir e se manifestar, a partícula de Deus!
Somos diferentes uns dos outros, como se fossemos as plantas num enorme jardim... Alguns existindo indiferentes uns aos outros, focados aos aparentados e amigos, outros feitos por abnegada doação... Mas, agora é a hora, de conscientes da força que habita dentro de nós, de compreendermos o significado da comunhão...
Mesmo “isolados” em nossas casas, voltemos o pensamento, os sentimentos da alma e do coração para além de nós...
Vibremos amor!
Ecoemos esperança!
Pratiquemos a fé que trazemos dentro de nós, desde o instante de nossa formação!
Sejamos todos nós, tão diferentes um dos outros, apartados uns dos outros, ou não, um só campo de girassóis, que diante das adversidades se aconchegam mais e mais uns aos outros, voltando-se todos ao sol!
Nós que não somos plantas, e que somos bem mais do que meros animais, usemos a realidade em que vivemos como solo, e a luz deste sol a que nos dirigimos, como um objetivo claro de comunhão, e lutemos, lutemos, por nós, pelos nossos, por todos, pois, dentro de nós existem forças para tal batalha!
Sem falar em religião, pois a crença é uma experiência pessoal, falo apenas que penso que existe esta luz dentro de nós, e juntos, qual um campo de girassóis, façamos desta luz uma tocha, façamos dela um facho que deixe toda a dor, destes dias, apartadas de nós!
Quanto aos fatos, somente a união de todos, poderá trazer uma vitória por todos nós!

Edvaldo Rosa
www.sacpaixao.net
27/03/2020



 
Edvaldo Rosa
Enviado por Edvaldo Rosa em 24/06/2021


Comentários


Imagem de cabeçalho: Shandi-lee/flickr