Textos


MARUJO UMA CULTURA SEM FRONTEIRAS – Maurício José de Freitas



Hoje o Re_Comendo_Livros registra a obra Marujo Uma Cultura Sem Fronteiras de Maurício José de Freitas, ilustrado por Erick Garcia, editado em São Paulo pela Editora Futurama.
Este registro se faz necessário e atual, tendo em vista que a Cultura de um país é feita e construída por muitas mãos, mentes e corações, que através de suas vivencias dão forma e conteúdo ao panorama cultural de uma nação.
Esta obra que está em destaque neste Re_Comendo_Livros, assim se apresenta:
“Sem falar que a relevância deste livro estão nos artigos 215 e 216 da constituição federal, que reconhece, apóia, incentiva e valoriza as diversas formas de manifestações de cultura popular brasileira e na lei 10639/03 que foi alterada pela lei 11645/08 que abarcam importância dos estudos indígenas, afro-brasileira e quilombolas na educação básica.
Logo, os objetivos deste livro são contribuir para o reconhecimento da diversidade etnocultural no Brasil, multiplicando atitudes de respeito para com as pessoas e grupos que contribuíram para formação do Brasil, com foco no Marujo, que é uma representação cultural e religiosa afro-brasileira.
Contribuir e reconhecer as qualidades da própria cultura, valorizando-as criticamente, enriquecendo a vivência cidadã entre as etnias, gêneros, culturas e religiões, destacando a pluralidade dos educandos da educação básica, a importância do diálogo com este público.
Portanto esse livro tem como objetivo final contribuir com a democracia brasileira.”
Mas, em síntese o quê é Marujo?
Marujo é uma representação afro-brasileira/moura, religiosa e cultural que nasceu em cima do Oceano Atlântico, no período que os nativos africanos estavam sendo trazidos para o Continente Americano; a partir do século XVI, para serem escravizados. Sofrendo a partir daí influências das culturas européias, apresentando novas reimpretações.
Este movimento de perpetuação de uma sabedoria milenar, recebeu o acréscimo da música, devido o seu poder agregador; seja pela letra, pelo ritmo, pela harmonia que apresenta...
No Brasil, a cidade de Frutal, em Minas Gerais é um pólo de divulgação dos festejos do Marujo de onde o reconhecimento de sua importância cultural foram reconhecidas, tanto regionalmente quanto nacionalmente, tendo em vista que o próprio IPHAN, reconhece o Marujo José Albino da Silva, como patrimônio cultural.
Assim, a cidade mineira de Frutal, é hoje um ponto de encontro de representações africanas, entre elas: O Marujo, a Congada e o Moçambique, graças a sabedoria da griót Dirce Elias, personagem central deste livro de Maurício José de Freitas.
Assim, este Re_Comendo_Livros cumpre a missão auto-imposta de divulgar a Cultura brasileira, através de recortes de pessoas, personagens, livros, vivências, posto que sem a valorização do outro, sem a valorização da memória, não teremos um futuro promissor...
Antes, sem a valorização do que fomos, do que nos constituiu, como vamos dar valor ao que somos...
Um tempo presente sem memórias não é embaçado, esmaecido, quase sem sentido ou significados?
Desejamos a todos que se aventurarem nas páginas desta obra Marujo Uma Cultura Sem Fronteiras de Maurício José de Freitas uma ótima leitura e que possam também se identificar com o que se narra nela...

Sobre o autor:
O autor Maurício José de Freitas é remanescente quilombola do termo de Marujo José Albino da Silva.
Formado nas disciplinas de história, sociologia e pós-graduado em história da África, cultura e relações internacionais.
No momento da edição deste livro Maurício José de Freitas atuava como professor do Estado de São Paulo e integrava o grupo de estudo CECAFRO-PUC de São Paulo e coordenava um dos pólos de estudos da Educafro.

Serviço:
Marujo Uma Cultura Sem Fronteiras
Maurício José de Freitas
Futurama Editora
1° Edição - Agosto/17 - São Paulo - SP- Brasil
Site: www.futuramaeditora.com.br
 
Edvaldo Rosa
Enviado por Edvaldo Rosa em 04/10/2020


Comentários


Imagem de cabeçalho: Shandi-lee/flickr