Textos


EMPRÉSTIMO... *

Empresta tuas asas, deixa que eu voe daqui,
Que sejam de ar as minhas estradas,
Que eu tenha todas as direções por ir...
Empresta tuas cores,
Para que onde eu for, eu possa ser colorir!
E que eu seja da cor do amor, na tela onde pousar,
Onde ao morrer,seja por amar o meu fim...
Aqui sou tão agarrado á terra,
Raízes profundas, dentro e fora de mim,
Que eu quero tanto as tuas asas...
-Tenho medo de nem existir!

Edvaldo Rosa
WWW.sacpaixao.net
22/06/2018

*Ilustração colhida in Maria Petronilho
Edvaldo Rosa
Enviado por Edvaldo Rosa em 22/06/2018


Comentários


Imagem de cabeçalho: Shandi-lee/flickr