Textos

Beleza real!
Tua beleza é real e arisca,
Que se faz tênue e imaginária,
Como a briza que passa e despenteia
E torna louca e mística!
Ao toque de um olhar se metaformeseia,
Tornando o real lúdico e nefelibata
Tua beleza é rio que serpenteia
Água pura a cair em cascata!
Ao toque de um olhar a tua beleza,
Esconde-se atrás de seus cabelos,
Negra mata!
Ao toque de um olhar como ela não se mostra,
A quem no viver dela tanto gosta,
E que ela não se esforça em amar!

24/07/1985
Edvaldo Rosa
Enviado por Edvaldo Rosa em 22/10/2005


Comentários


Imagem de cabeçalho: Shandi-lee/flickr