Textos

Eu vi lágrimas escorregarem...
Sim eu vi lágrimas escorregarem,
Por entre face, dedos, mãos, cobertas...
Estava eu ali, a frente de uma alma desnuda!
E sem vergonha ou pressa, a vi chorar e rir...
Eu a via chorar e imaginava vê-la sorrir!
Ah! A pequena alma humana! Ah! A grandeza daquele chorar!
Como é confuso ver alguém partir!
Não sabemos como nos comportar! Não sabemos nada!
Quem sabe se aquelas lágrimas não anteviam as próprias asas!
Não sentiam a leveza da própria alma, insegura,
Ensandecida pelo pavor e pelo desejo de voar!
Sim eu vi lágrimas profundas!

14/01/1988
Edvaldo Rosa
Enviado por Edvaldo Rosa em 22/10/2005


Comentários


Imagem de cabeçalho: Shandi-lee/flickr