Textos

Dedos...



Por entre dedos, feitos pedra, rija...
Voam filetes d’água,
Que beijam aqueles que os espremem,
Para correr por outros caminhos...
O nosso amor possa ser um filete d’água,
Que role por entre os dedos rijos
De nossos pesares...
Que voem livres por outras plagas...
Que rolem por entre outros crepúsculos e outras auroras...
E venha refeito,
Pousar em teus dedos mimosos, minha amada,
E em meus dedos ansiosos...
Para assim,
Todo o nosso amor, conter em nos...
E assim,
Todo o nosso amor, também,
Ser maior que nós!


03/07/86




Por entre dedos, feitos pedra, rija...
Voam filetes d’água,
Que beijam aqueles que os espremem,
Para correr por outros caminhos...
O nosso amor possa ser um filete d’água,
Que role por entre os dedos rijos
De nossos pesares...
Que voem livres por outras plagas...
Que rolem por entre outros crepúsculos e outras auroras...
E venha refeito,
Pousar em teus dedos mimosos, minha amada,
E em meus dedos ansiosos...
Para assim,
Todo o nosso amor, conter em nos...
E assim,
Todo o nosso amor, também,
Ser maior que nós!


03/07/86

Edvaldo Rosa
Enviado por Edvaldo Rosa em 22/10/2005


Comentários


Imagem de cabeçalho: Shandi-lee/flickr