Textos

Abro a porta da Alma 

 

Abro a porta da Alma

para o coração entrar

para olhar o Luar

e as flores no jardim,

abro a porta ao carinho,

aos sonhos, à fantasia,

ao amor e à alegria,

ternura que vive em mim.

 

Abro a porta à poesia

à Paz, à Felicidade

às certezas e à verdade

ao amigo e ao alento,

Abro a porta ao meu Deus

ao afecto, ao pensamento

que da luz dos olhos teus

eu viva cada momento.

 

Dulce Saldanha
04.08.2007
 
Poesia apresentada 
no 1° Sarau de poesia do
WWW.SACPAIXAO.NET  
na noite de 17/08/2007

CONHEÇA MAIS O TRABALHO DE
DULCE SALDANHA ACESSANDO:

HTTP://GROUPS.MSN.COM/AMIZADEEPOESIA
Edvaldo Rosa
Enviado por Edvaldo Rosa em 18/08/2007
Alterado em 18/08/2007


Comentários


Imagem de cabeçalho: Shandi-lee/flickr