Textos


Na noite de 22/06/2007 em São Paulo, nas dependências da área de lazer da Companhia do Metropolitano de são paulo, corinthias-itaquera houve um grande encontro musical com o grupo Trio Porão, grupo musical formado por André, Ednillson, Filhinho e Jair.

Foi a apresentação do trabalho musical do grupo para a comunidade metroviária e convidados, dentro do projeto Cesta de Cultura ás sextas.

O Trio Porão se apresenta assim:

"Após um longo tempo de espera, chegamos finalmente ao nosso renitente sonho.

Até os vestígios da antiga e improvisada escada, que outrora nos transportava ao porão, já desapareceram.

Mas o porão ainda continua lá, anunciando um tempo de música e de alegria,
Na verdade, para nós, chegar ao porão sempre foi muito fácil.
O difícil, era sair.

Acreditem amigos... a metáfora é de fato verdadeira.
Daí as rasteiras, os sapos e os carneiros que agora transformamos em melodia.

Assim, este trabalho tem um pouco de tudo: narrativas de tempos diversos; historias
guardadas em pequenos pedaços de papel; conversas na mesa de bar e madrugadas de
alegria entremeadas por algumas tristezas, mas que, aos poucos,alimentaram a nossa vida,

Nós, do Trio Porâo, somos assim mesmo e desse jeito.

Talvez, tal qual o artista anonimo que criou os instrumentos da capa, morador ilustre das ruas

de Pinheiros,ainda insistimos, teimosamente, em fazer da vida uma eterna poesia. "

André, Ednilson, Filhinho e Jair.

A música de fundo é " Dolores " do CD Rasteira de Sapos do Trio Porão

Autor música e letra Ednilson Quarenta 

Ilustração Grupo Trio Porão

Todos os direitos autorais são do grupo Trio Porão

Edvaldo Rosa
Enviado por Edvaldo Rosa em 24/06/2007
Alterado em 25/11/2010


Comentários


Imagem de cabeçalho: Shandi-lee/flickr