Textos


NÃO DESISTA DA VIDA - MARCIAL SALAVERRY

http://www.recantodasletras.com.br/autores/masalaverry

"Marcial" marcial@prosaepoesia.com.br;



A partir de um lindo pensamento de Lamartine, meu sábio amigo e guru L'Inconnu, traçou uma de suas obras primas (palavras em negrito), que transcrevo e comento abaixo. Parabenizo L'Inconnu pela beleza de trabalho.

Vejam só:

"Justo quando a lagarta achava que o mundo tinha acabado, ela virou uma borboleta"
Lamartine


Resista!!

Enquanto tivermos forças, devemos resistir à idéia de derrota, e sempre procurar uma maneira de atingir nossos objetivos. Os gaúchos tem uma expressão que revela bem essa disposição: "Não está morto quem peleja..."


Resista um pouco mais... mesmo que as feridas latejem e que a sua coragem esteja cochilando.

Muitas vezes chegamos perto do limite de nossa resistência. E bate aquela vontade de mandar tudo pro espaço e entregar os pontos. É chegado o momento de buscar lá no fundo do poço aquela reservazinha de vontade que o Amigão sempre deixa para todos... O negócio é saber retirar lá do fundo e iniciar a reação. Só há uma circunstância que nos impede de reagir. É a morte.


Resista mais um minuto e será fácil resistir aos demais.

É aquele restinho de forças que ainda temos... esse minuto que pode ser fatal ou vital, dependendo de nossa atitude.


Resista mais um instante, mesmo que a derrota seja um ímã... mesmo que a desilusão caminhe em sua direção.

Quando estivermos mesmo no bagaço, no limite do limite, ainda cabe a última pergunta: "Será que não há nada mesmo a fazer?" Ainda estamos respirando? Então sempre há algo a fazer. Pensar na busca de uma saída. E se não der certo... pelo menos tentou-se.

Pelo menos ficou o consolo de ter lutado até o último suspiro...


Resista mais um pouco, mesmo que os invejosos digam para você parar... mesmo que a sua esperança esteja no fim.

Vocês já notaram que, quando a situação está nesse limite perigoso, sempre aparece algum "amigo" para tirar a última azeitona da empadinha? É aquele tal que balança negativamente a cabeça, dizendo: Ferrou-se. Por que será que sempre essas figuras soturnas estão desejando que alguém se dane? Muitas vezes é inveja mesmo. Quem não tem esse sentimento mesquinho, procura ajudar e não empurrar mais para o fundo, tirando o pouco ânimo de que ainda dispomos...


Resista mais um momento, mesmo que você não possa ainda avistar a linha de chegada... mesmo que as inseguranças brinquem de roda à sua volta.

Dureza... Estamos no talo mesmo. A coisa parece mesmo estar perdida. Não vemos o fim... Mas... talvez esteja depois daquela curva. Ela até que não está longe... com um pouco de esforço chegaremos lá. É aquele algo mais necessário para se começar a reação. Quando o objetivo está longe, e parece inalcançável, vamos por partes (como fazia com muita propriedade, Jack, o Estripador).


Resista um pouco mais, mesmo que a sua vida esteja sendo pesada como a consciência dos insensatos, e você se sinta indefeso como um pássaro de asas quebradas.

Meu amigo L'Inconnu é jogo duro mesmo. A coisa está abaixo... bem... do cachorro. Não existe nada mais indefeso do que um pássaro de asas quebradas, a não ser um peixe fora d'água. Mas este ainda pode dar um último salto e voltar para a água. E é isso o que podemos e devemos fazer... tentar o último salto, que nos permita recomeçar a viver. Agora o pássaro de asas quebradas... e se houver um gato nas vizinhanças, então... A saída é ser um peixe fora d'água, ao invés do passarinho do L'Inconnu...


Resista, porque o último instante da madrugada é sempre aquele que puxa a manhã pelo braço e essa manhã bonita, ensolarada, sem algemas, em breve nascerá para você, desde que você resista.

Linda imagem esta... Visualizem o nascer do sol... Um dos mais belos espetáculos da Terra. É o renascer da vida. É o renascer do amor. É o prêmio para quem não desistiu, e conseguiu seu objetivo. Quer prêmio melhor do que este? Eu não conheço...


Resista, porque eu estou sentado, na arquibancada do tempo, torcendo ansioso para que você vença e ganhe o troféu que você merece: A FELICIDADE.. .

Sem mais comentários. Só quem resistiu e chegou lá, é que pode entender como é gostoso poder olhar para trás e ver quantos obstáculos foram vencidos, quantos leões e crocodilos passaram fome por sua gana de viver. É gratificante ainda ter forças, erguer os olhos para o céu, e dizer: OBRIGADO AMIGÃO pela vida que me destes, pelos problemas que enfrentei, pelos obstáculos que superei.

Tenham uma BOA NOVA SEMANA
Edvaldo Rosa
Enviado por Edvaldo Rosa em 29/03/2007


Comentários


Imagem de cabeçalho: Shandi-lee/flickr