Textos


POEMAS INÚTEIS...


E o mundo se convulsiona,
Suas entranhas estão à mostra...
A natureza enraivecida,
Redesenha a vida ao seu bel prazer...
E eu escrevendo poemas!
Qual a serventia do que escrevo aqui?
Assim, assim...
Preciso de alguém, alguém que me diga
Da utilidade de meus poemas...
Como da beleza da vida,
E do por que das coisas serem assim, assim...
Poemas inúteis?
Se existem dores mais pungentes,
Muito mais urgentes,
Do que as que vibram em mim...
Poemas inúteis?
Se existem aqueles que sofrem a sós...
Que se isolam dentro de si!
Quão bem fariam
Como companhia para mim...

Edvaldo Rosa
25/03/2011
Edvaldo Rosa
Enviado por Edvaldo Rosa em 26/03/2013
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Edvaldo Rosa www.sacpaixao.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários


Imagem de cabeçalho: Shandi-lee/flickr