Textos


A VOZ DAS COISAS...
 
Quem falaria da alegria nas lágrimas vertidas,
Quem desconfiaria de sorrisos vagos,
Quem desfraldaria os mil véus d’um olhar?
O sabor dos beijos, em lábios carmins, não seria tão doce...
E abraços disfarçariam bem mais, o gosto amargo, disfarçados em si!
Quem ouviria a voz do vento?
Quem dançaria no silêncio?
Quem desdobraria o curso do tempo,
Dentro de seu ser? / Dentro de mim?
Não existissem os poetas,
As palavras seriam coisas...
E não asas...
E não sentimentos...
E não eternização de momentos,
Que sem o poeta teria começo, teria fim!
 
Edvaldo Rosa
www.sacpaixao.net
19/10/2012
 
 
 
Edvaldo Rosa
Enviado por Edvaldo Rosa em 19/10/2012
Alterado em 04/12/2012


Comentários


Imagem de cabeçalho: Shandi-lee/flickr