Textos


POESIA!

Joguem-me na masmorra mais longincua que puderes,
para que eu não abale a tua conciência!
Para que minhas palavras não desmoronem
as bases de sua existência!
Deixem-me apodrecer no carcere,
pois eu quero dar liberdade á sua existência!
Dar vazão á razão, que se mostra presa!
Evidênciar todos os sentimentos,
que julgas atrapalhar-te!
-Loucura!
Prenda-me em uma camisa de força,
com os nós mais firmes que possas...
Pois quero contaminar-te!
Poesia, falo de amor...
Criatura que não mede palavras e gestos,
vou pintando um universo que desconheces...
Ou com o qual não se conforma!
Dou forma ao que sentes, ou presentes...
Fôrma que forma teus medos... Tuas angústias...
Sou o perigo de que vejam em mim,
o que não ofereces...
O carinho, o amor, a companhia, o tesão!
Afasta-me o quanto puderes...
Mas não me mates!
A minha existência precisa de ti!
E tu precisas de mim, pra existir!

Edvaldo Rosa
WWW.SACPAIXAO.NET
16/02/2007
Edvaldo Rosa
Enviado por Edvaldo Rosa em 19/02/2007
Alterado em 16/10/2011


Comentários


Imagem de cabeçalho: Shandi-lee/flickr