Textos


Depoimento de mim poeta...

Deponho forças, de mim, como poesia, poeta,
no crivo do lápis,
a sulcar em folhas brancas, minh'alma!
Deparo-me com a face escancarada,
refletida na folha branca...
Bandeira branca de uma paz interior,
manchada de meu sangue...
Ensangue!
Lavada com minhas lágrimas doridas...
Deponho meus pesares, e minhas alegrias,
conforme me vem e vão...
_Vagas, que me açoitam a mente, o coração!
Deponho minhas visões do outro,
meus sentimentos que se avolumam com outros...
E assim vou tecendo minha escrita...
Escriba que vai somando letras,
codificando sentimentos, pensamentos, ausências e presenças!
Como criança aprendendo o abecedário,
vou procurando meus pares...
E nos ares que vou inalando,
vou insuflando o peito, airando a alma...
E assim com calma vou dominando meus sentimentos,
de poeta que ama, que ri, que chora!
Sou apenas um aprendiz...

Edvaldo Rosa
WWW.SACPAIXAO.NET
10/02/2007
Edvaldo Rosa
Enviado por Edvaldo Rosa em 10/02/2007
Alterado em 01/02/2009


Comentários


Imagem de cabeçalho: Shandi-lee/flickr