Textos


Poema para a amada...

Ilustração de Safira Saldanha

 
Meu amor, meu coração se abre,
Como flor em tuas mãos...
E como flor despetala-se,
Ante teus dedos suaves...
Como flor o meu coração perfume exala...
E como é doce, o seu olor!
Meu amor, meu coração é a tua casa!
E como casa, te aconchega com ardor...
Façamos festa em nossa sala...
Em nosso quarto façamos amor!
Meu amor, meu coração se fecha, a sete chaves,
Em mil mistérios... Com pudor!
Que ninguém de nós, imagine ou saiba,
Como fazemos despetalar, esquecidos dos espinhos, a nossa flor...
Nem o porquê, em certas noites frias, nossa casa quase desaba...
E mesmo abraçados pelo frio, sentimos a sós, só calor!
 
Edvaldo Rosa
www.sacpaixão.net
12/06/2012
Edvaldo Rosa
Enviado por Edvaldo Rosa em 12/06/2012
Alterado em 13/06/2012


Comentários


Imagem de cabeçalho: Shandi-lee/flickr