Textos


Este nosso destino...

E vivo sem viver ao teu lado...
Teus olhos nada dizem... Nada sentem!
Tua voz é morta em teus gélidos lábios,
e tua tez é inerte... Insosa!

E vives sem viver ao meu lado!
Pois o que sinto, e o que não sinto, nem sabes...
Somos estranhos, sob um mesmo teto,
Para quem, além desta cela, nada importa!

Que fazer agora que já estamos tão mal acostumados,
que viver assim é o que nos resta?
Se nem sabemos o que verdadeiramente nos alegraria,
E qual sina teriamos além desta?

Mas de que adianta querer indagar este destino...
Se minha voz não encontra resposta?
Se não ouves o que te digo, se somos dois desconhecidos
que para além desta cela, miram  o nada, na mesma porta?

Edvaldo Rosa
02/05/2012
www.sacpaixao.net

Edvaldo Rosa
Enviado por Edvaldo Rosa em 23/04/2012
Alterado em 04/06/2012


Comentários


Imagem de cabeçalho: Shandi-lee/flickr