Textos

INTIMAS TEMPESTADES...
INTIMAS TEMPESTADES...



Calado coração, pulsando em lento compasso,

Olhos fixos no nada,

Ouvidos atentos ao silêncio...

- Olho de furacão!

Tudo e nada se confundindo...

Águas de rios confluindo á um ponto só:

- Lágrimas salgadas, copiosas lágrimas... – Dor, solidão!

Vez e outra, os sentimentos são tão tempestades...

Mais tempestades que mansidão!

E o amor então se apequena, - Coração estrangulado!

Parece que se esquece de si... Lembrança fixa no outro!

Sem um mínimo de consideração!

Momentos intensos, pura tempestade;

- Puro desencontro de alma e coração...



Edvaldo Rosa

www.sacpaixao.net

24/02/2012
Edvaldo Rosa
Enviado por Edvaldo Rosa em 24/02/2012
Alterado em 25/03/2012


Comentários


Imagem de cabeçalho: Shandi-lee/flickr