Textos

A VIDA É BEM ASSIM...
A vida é bem assim...

Fui ter ao começo, só para ver, só para crer que inexiste!
Agora, o que era porta ou janela é parede...
Onde havia portão, é vão...
Olhando de fora, um alaranjado exuberante,
Inquieta meus sentidos tão acostumados,
Á cinzas desbotados!
Por dentro, como não estarão as velhas paredes caiadas?
Aquelas onde dependuramos, por tanto tempo,
Com pregos tortos, as nossas histórias?
Paredes?
Cúmplices silenciosas, ouvintes queridas, de nossos segredos...
Testemunhas, mudas, das alegrias e das tristezas em nossos olhos...
Aonde, o perfume de lavanda, outrora sobre o toucador da velha senhora,
Estará agora?
E no que se transformaram os nossos quartos,
Onde dormimos e acordamos nossos desejos mais inconfessos?
E o aconchego, apertado, de nossa sala?
Onde estarão agora, as panelas fumegantes,
A temperar o ar com alecrim e salsa, com seu hálito quente?
As massas de farinha e batata, do nhoque dos domingos,
Dos salgados, das coxinhas, dos risoles para as festas?
Aonde se escondem agora, de crianças gulosas,
Os biscoitos de maisena e as brevidades?
Onde estarão as conversas francas, no café com bolinhos de chuva...
Recheadas com sorrisos largos, e olhares ternos de um par de olhos azuis?
Fui ter ao começo, só para ver, só para crer que ele em mim reside!
E que a vida é bem assim...

Edvaldo Rosa
www.sacpaixao.net
04/09/2011
Edvaldo Rosa
Enviado por Edvaldo Rosa em 04/09/2011
Alterado em 13/01/2012


Comentários


Imagem de cabeçalho: Shandi-lee/flickr