Textos


Ama-me...
 
Olhando em teus olhos, agateados,
Sentindo o teu perfume jasmim,
O toque de teus dedos macios...
Ouvindo a tua voz, doce, a tua voz rouca,
Murmurada pelos teus lábios, carnudos,
Pela tua boca, tão macia...
Digo sem medo e sem receio:
-Ama-me com ternura!
Ama-me como louca!
Ama-me como num último instante de vida...
Pois eu sou todo seu...
Ama-me, minha querida,
Ama-me sem conta e sem medida...
Pois tu és a minha vida,
Como eu quero ser toda a vida,
Do corpo teu!
 
Edvaldo Rosa
www.sacpaixao.net
01/12/2010
 
Edvaldo Rosa
Enviado por Edvaldo Rosa em 01/12/2010


Comentários


Imagem de cabeçalho: Shandi-lee/flickr