Textos


Amor que rompe tempos...


Onde guardamos nossos sentimentos?
Dentro do peito,
nos pensamentos,
no esvair-se no dia a dia?
Como demonstramos o que sentimos?
Com as atitudes que tomamos,
nas que não demonstramos,
nas vontades que sentimos,
nas que calamos?
Digo que te amo,
agindo com todo o esmero,
em evidênciar este amor sentido!
Em tudo fazer para que não hajam dúvidas,
a respeito de meu sentimento de te amar,
Há finos fios que nos conectam,
de tal forma que somos unos,
um com o outro, no outro!
É este amor proclamado,
meu cárcere e minha liberdade!
Meu amor por você,
rompe tempos: pura eternidade!
Meu amor não tem tempo definido,
é como as pedras,
nunca terá o tempo por idade!

Edvaldo Rosa
www.sacpaixao.net
Edvaldo Rosa
Enviado por Edvaldo Rosa em 17/09/2006
Alterado em 17/09/2006
Áudios Relacionados:


Comentários


Imagem de cabeçalho: Shandi-lee/flickr