Textos

A ROTA DA BALA!
A rota da bala!

Voa reta, certa, seta
A rota da bala!
Procura profundo toque...
Trazendo a reboque
Uma vala,
Sete palmos,
Profunda!
Voo físico e concreto,
Á incerteza de minha condição, incerta...
Ser... - Pés descalços,
Mais fome, do que saciedade...
Mais lágrima, do que sorriso...
Coisa... - Sólido, sem transpiração!
Homem/Mulher sem a de_vida
Edificação!
A bala rota voa em disparada, dispersa...
Parece arroz de festa,
Rojão na noite escura,
Que são tanto alegria, quanto luz...
Morte e vida...
Que mal sabe, quando em si,
Uma finda, ou a outra começa!


Edvaldo Rosa
WWW.SACPAIXAO.NET
http://edvaldorosa.blogspot.com/
28/05/2010
Edvaldo Rosa
Enviado por Edvaldo Rosa em 05/06/2010
Alterado em 27/07/2010


Comentários


Imagem de cabeçalho: Shandi-lee/flickr