Textos


Fecho os olhos...*
 
Fecho os olhos ante a noite escura,
Que resguarda para si
As luzes das estrelas...
E procuro em mim,
As luzes que brilham,
Não se importando se é dia ou se é noite!
Estas luzes internas e tão minhas,
São as certezas herdadas com a vida,
Que abaixo de Deus,
Meus pais me deram...
Procuro então dentro de mim,
As chaves para desvendar certos mistérios,
Entender por que as estrelas não brilham todas as noites...
E por que não é só alegria os meus dias!
Fecho meus olhos ante a noite escura
E espero!
Que a dança das horas se complete!
E a luz do sol se manifeste!
E em luz o dia se conclua!
E as luzes da lua, das estrelas se apresentem...
E com as luzes tão minhas se completem!
 
Edvaldo Rosa
25/11/2009

WWW.SACPAIXAO.NET

*Este poema faz parte da Antologia Dois mil e esperança, Abrali Edições 2009



Edvaldo Rosa
Enviado por Edvaldo Rosa em 26/11/2009
Alterado em 31/03/2013


Comentários


Imagem de cabeçalho: Shandi-lee/flickr