Textos


JUNTOS APESAR DE NOSSAS DIFERÊNÇAS...
 
 
O que somos e o que sentimos
Confundem-se e se conflitam...
Coisas do amor!
Nestes momentos mal vividos,
Onde estranhamos a nós mesmos,
Proferindo palavras ásperas,
Machucando nossos corações,
Já bastante doidos!
Minhas certezas tão sólidas,
Ao sabor das correntezas
De suas lamentações furiosas,
Indo e vindo,
Vai se ressentindo,
E sem que se aperceba,
Sem desfazer-se totalmente,
Vai se esfarelando...
As tuas dores,
Tão iradas verdades,
Sem se desfazem tornam-se vagas
Chocam-se com a dureza de minhas certezas,
Enraizadas em meu ser...
Somos assim de naturezas distintas...
Que se prestam ao embate sem medo de morrer!
Façamos uma trégua!
Caminhemos juntos vida afora!
Da dureza de meu ser que se faça a arreia,
Do seu estado de ira, ondas e vagas...
Dos nossos embates, construamos a paz...
Para que assim, juntos mesmo em nossas divergências,
Sejamos belezas, de natureza que apraz...
Uma paradisíaca praia,
Onde nossas vidas criem trilhas,
Com dois pares de pés!
Para que outros amantes, nos sigam,
unidos, ungidos de amor e outras bençãos a mais... 


Edvaldo Rosa
29/09/2009
WWW.SACPAIXAO.NET
Edvaldo Rosa
Enviado por Edvaldo Rosa em 05/11/2009
Alterado em 05/11/2009


Comentários


Imagem de cabeçalho: Shandi-lee/flickr