Textos


MINHA SINA...


Eu sou aquele cão,
que ladra a tua porta,
que se empresta ao ósculo,
da ponta de tua bota!
Que come do que resta,
na tua mão quase que fechada,
quase que torta!
Sou aquele que te segue pari passo
feito sombra...
Pois a tua luz, me faz a tua mariposa!
Sou eu quem espera
despertar em teus sentidos,
a sensação de que existo...
Para dizer-te depois o que sinto!
Louca determinação...
Fatídica luta...
Esperança derradeira,
bem a última!
De que o amor em minha alma,
desperte o amor na tua!


Edvaldo Rosa
16/09/2009
WWW.SACPAIXAO.NET

Edvaldo Rosa
Enviado por Edvaldo Rosa em 02/11/2009


Comentários


Imagem de cabeçalho: Shandi-lee/flickr