Textos


Entre a espada e a parede...

Só sei ser espada,
E não parede!
Um peixe que procura a rede,
Em busca de consumação!
Meu instinto insiste,
Em transpassar...
Procurar,
Encontrar,
Fazer valer-se!
Teso e rijo,
Me regozinho em penetrar,
Vibrar as forças que trago comigo...
É um pouco morrer ao matar!
Só sei ser espada,
Que abre caminhos entre caminhos,
Como um pássaro a procura de seu ninho,
Andarilhos e estradas...
Cumprindo assim, nossos destinos:
O penetrar e o conter
Vai plantando sementes,
Definindo a maneira de nosso ser!

 
Edvaldo Rosa
24/10/2009
WWW.SACPAIXAO.NET

Integrante da ciranda da Maysa em

http://www.maysa.prosaeverso.net/visualizar.php?idt=1878511
 

Edvaldo Rosa
Enviado por Edvaldo Rosa em 24/10/2009
Alterado em 25/10/2009


Comentários


Imagem de cabeçalho: Shandi-lee/flickr