Textos


O velho novo medo...


O olhar se assusta,
com o que os olhos miram...
Muito e tudo, num só instante!
O belo e o diferente,
um sorriso na boca,
e nos olhos contentes...
Queda-se o coração e a mente,
ante uma dimensão tão diferente!
Assustam as emoções então sentidas:
O muito que se teve um dia,
o tudo agora quase um nada,
apenas mais um sonho na jornada,
um desejo , ensejo de felicidade,
agora perdida, diluida na caminhada!
O que assusta o olhar da alma,
contida atras dos olhos
é a necessidade de mudar
a direção dos passos...
E o velho novo medo
de novamente ao se abrir os braços,
abraçar de novo uma miragem,
um sonho...
Da felicidade, um outro arremedo!


Edvaldo Rosa
09/10/2009
WWW.SACPAIXAO.NET
Edvaldo Rosa
Enviado por Edvaldo Rosa em 18/10/2009
Alterado em 25/10/2009


Comentários


Imagem de cabeçalho: Shandi-lee/flickr