Textos


Abandono?

Se hoje me comporto como um beija-flor,
de flor em flor a pairar...
Não sei porque temes o meu silêncio,mesmo assim,
se sou tão responsável pelo tanto que temos a falar!
Mesmo que nossas palavras não estejam embebidas
por sentimentos de amor,
exalam vida!
E não estão de sentidos desprovidas!
Não sei por que temes um abandono,
se não posso te abandonar,
e você mesmo despercebida,
faz parte de minha vida,
e comigo sempre vai estar!
Se nossos corpos não se aninham para o amar,
um no outro,
nossas almas estão afinadas...
Se nossas bocas não se calam ante beijos,
não sei por que devam se calar!
Enquanto o amar do corpo,
Pode até ser carcere e carcereiro,
o amor que te dedico é de outra estirpe,
não me tolhe pensamentos,
sentimentos,
movimentos!
Não me cala a voz sob qualquer medida,
não me limita a vida!
Se amantes não somos nem seremos,
não vejo por que não sejamos amigos,
irmãos, não sermos!
Deixemos correr o rio da vida...
Naveguemos...
Deixemos a vida nos navegar!

Edvaldo Rosa
Enviado por Edvaldo Rosa em 18/06/2006
Alterado em 18/06/2006


Comentários


Imagem de cabeçalho: Shandi-lee/flickr