Textos


AS RUAS DE URÂNIA...



Minha amiga, quando perguntas

a mim, quem és,

risos me assolam a face inteira,

indo a beira da loucura,

lentamente, lentamente...

Eu um pouco reflito:


Tentando achar o teu melhor significado, em mim...

E vou cruzando espaços, memóriais de meus sentidos,

ungido pelo desejo de encontrar-te no fim...

Bebo do doce Sabor Pitanga. a mim, por ti servido,

navego nas águas mansas de teus carinhosos sorrisos,

e me calo! Sentindo você aqui...

Risos... As ruas de Uránia são minhas... Não me apartam de ti!

 

Edvaldo Rosa

WWW.SACPAIXAO.NET

18/07/2009

Edvaldo Rosa
Enviado por Edvaldo Rosa em 18/07/2009
Alterado em 18/07/2009


Comentários


Imagem de cabeçalho: Shandi-lee/flickr