Textos


Eternidade!

Em meu coração,fizeste morada,
teimas em estar aninhada,
em permanecer...
Raramente quer estar de mim separada,
não vendo as diferenças que nos separam,
indo a procura de minhas estradas,
terna, teimosa, incansável!
Eu não sei que palavras usei
Tão poderosas para atar-te,
em mim, assim, assim...
Ri de minhas palavras, 
mesmo assim
no meu abraço se aninha,
com olhar de menina,
dengosa, 
felina!
Até onde iremos com este amor?
Dia e noite pergunto-me medrado,
és o meu bem mais caro e precioso! 
-Meu amor,
 meu pecado! 
Profunda realização!


26/05/2006
Edvaldo Rosa
www.sacpaixao.net
www.casadoescritor.com
Edvaldo Rosa
Enviado por Edvaldo Rosa em 04/06/2006


Comentários


Imagem de cabeçalho: Shandi-lee/flickr