Textos


 

A dança lenta das palavras...



É num rodopio de letras,

que as palavras vão se formando,

descortinando pensamentos, numa dança lenta...

Dando sentido ao que sente, presente,

a alma inquieta!

E como um perfume evolando

vão as letras das palavras,

formando o poema!

Vem as lágrimas frias e salgadas,

pela tez da face deslizando...

Um súbito sorriso,

um grito, vindo do fundo da garganta!

Enquanto as palavras dançam

na página - o salão branco,

onde se desenrola a festa,

se manifesta, o poeta!

É formado um signo,

que para cada observador,

d'uma forma diferente se manifesta!

De uma forma mágica,

cada verso do poema,

toca concretamente o que é etéreo...

As letras, as palavras, os versos inteiros,

vão se mesclando aos corações , as mentes, as almas...

O universo intimo, de cada observador, atento!

E só assim, neste fim,

a dança lenta das palavras se completa!



Edvaldo Rosa

www.sacpaixao.net

16/05/2009


Edvaldo Rosa
Enviado por Edvaldo Rosa em 16/05/2009


Comentários


Imagem de cabeçalho: Shandi-lee/flickr