Textos


AINDA PROCURO A LUZ AZUL DE SEUS OLHOS...



Já devia ter acostumado,

por estas andanças na vida,

a não querer que toda a glória

estivesse comigo a toda hora...

E que é forçoso sozinho seguir!

Mas ainda procuro a luz de seus olhos,

nas imagens que vejo aqui e ali!

Procuro em cada fresta!

Em cada naco de estrada!

Em cada pousada!

Na hora de acordar,

mas principalmente na hora de dormir!

Ainda procuro a luz de seus olhos,

nos sorrisos dos passantes...

Nas mãos que me acenam distantes...

Nos braços que me acolhem!

Procuro nos sons das palavras,

nos silêncios possíveis...

Procuro a luz de seus olhos,

mesmo quando cerro os meus em lágrimas...

Onde foi parar toda aquela luz?

A luz azul das estrelas...

Das estrelas azuis cravadas em tua face?

Onde?

Já que eu não a vejo agora?

E o seu calor já nem me abraça...

Onde o azul de suas retinas?

Memórias das minhas

que só sentem saudades agora?



Edvaldo Rosa

www.sacpaixao.net

10/03/2009

Edvaldo Rosa
Enviado por Edvaldo Rosa em 10/03/2009
Alterado em 20/06/2009


Comentários


Imagem de cabeçalho: Shandi-lee/flickr