Textos

Série Acrósticos: Falando de Amor / Maratona
Série Acrósticos Falando de Amor

F alta-ma na verdade as palavras,
A nte o sentimento que levo no peito,
L eve e livre, planando sobre meus abismos e desertos,
A té onde nunca ousei enxergar!
N um  crescendo incontido,
D oendo, de tanto fazer pulsar o meu peito!
O amor! O amor que sinto, por ti tão inquieto!

D evias estar comigo a todo momento,
E vitarias que eu procurasse palavras que te falassem deste amor.

A inda que as palavras me faltassem
M eus gestos então falaria, sem duvidas:
O amor por ti se expressaria pelos meus olhos, meus beijos, meus abraços...
R iriamos a larga com tanta pantomima, deste nosso amor intenso!

São Paulo 14/03/2006


“Eu estou correndo a maratona de ACRÓSTICOS”
Edvaldo Rosa
Enviado por Edvaldo Rosa em 14/03/2006


Comentários


Imagem de cabeçalho: Shandi-lee/flickr