Textos


Eu te amo tanto, tanto!
Aceite meu convite para o amor:
Sacia a fome de amar que inunda meu coração,
aplaca a sede de teus beijos,
com os beijos teus!
Ata-me com teus braços,
tornados abraços, nós...
-Que não nos permitam nos apartarmos um d'outro,
Para que nunca estejamos sós!
Inunda os meus ouvidos
com as ondas de sua voz!
Pra que eu possa valorizar teus silêncios...
Pra que eu possa respeitar teus privativos momentos,
sem ficar a imaginar que não pensas só em nós...
Toca-me a todo momento e a toda hora,
pra que não hajam queixas,
de que não me queres mais...
E assim matemos em nós toda a gana de amor, de amar...
que nos abrasa o peito!
E com nossas bocas retiremos esta loucura,
a cada beijo, que trocarmos, 
de nossos peitos, nossos corpos...
Deixemos nossos beijos comerem nossas línguas...
Nossas bocas!
Deixemos nossos corpos comerem nossos corpos,
pois eu te amo, eu te amo tanto,
que não vejo a hora de nosso encontro!
Momento em que até as nossas almas,
vibram em unisono! 

21/01/2006
Edvaldo Rosa
www.sacpaixao.net
Edvaldo Rosa
Enviado por Edvaldo Rosa em 02/02/2006
Alterado em 16/08/2006


Comentários


Imagem de cabeçalho: Shandi-lee/flickr