Áudios



Resposta

Meu amor passa o dia,
vem a noite na dança das horas,
e a sua ausência me assola,
e as lembranças de nossos momentos,
nem se apercebem que estou só,
neste leito, nossa cama, em que deito,
meu corpo que chora!
Não adianta tentar mudar o curso de nossa história,
estamos sós, longe um d'outro!
Realmente não há cores nem luz agora,
minha visão esta nublada,
sob tantas lágrimas copiosas!
Sair pra onde?
Vestir o quê?
Se não te emcontrarei mesmo, nem arisco,
e assim a sensação de solidão em mim se intensifica!
Miró?
Se estou vestido neste momento é de Guernica!

11/02/2006
www.sacpaixao.net
www.casadoescritor.com

Enviado por Edvaldo Rosa em 13/06/2006




Comentários


Imagem de cabeçalho: Shandi-lee/flickr