Textos


NOSSOS PRIMEIROS VINTE ANOS...
 
Olho teus olhos com a ternura do primeiro olhar...
E na tua face sinto a alegria e o tremor da primeira caricia!
Já se passaram tantos anos, nem somos mais os mesmos...
Mas em nossas mentes, corações e almas,
Com temor e com calma, o mesmo e sempre novo amor!
Fazemos Bodas feitas ao sabor do tempo,
- Terno, misterioso, caprichoso e eterno...
Tempo que curou nossas primeiras feridas,
Que calou nossas primevas mágoas!
Tempo de muitas águas...
Algumas eram lágrimas de tristezas, outras eram lágrimas de alegrias, de perdas e de ganhos...
Lágrimas que teimaram em fabricar ranhuras na porcelana de nossos anos!
Olho agora, junto contigo, estes mesmos anos, em que amadurecendo,
Pudemos nutrir as sementes espargidas pelo nosso amar,
A quem tão loucamente amamos, e só me emociono...
Neste instante de nossa eternidade, sinto com leveza na alma,
Que a teu lado, faria tudo de novo, e de novo, e de novo...
Só para ter ao meu lado a ti amada, e nosso filho abençoado!
Quanto ás ranhuras na porcelana destes nossos lindos primeiros vinte anos,
São tão ínfimas comparadas ás nossas alegrias...
Mas, são marcas da coragem de nossos corações e almas,
Em acreditar no amor, e pelo nosso amor, estarmos a três, e_ternamente enamorados,
Juntos na direção que nossos passos chamam de História, de Vidas, de Estradas!
 
Edvaldo Rosa
www.sacpaixao.net
30/11/2019
Edvaldo Rosa
Enviado por Edvaldo Rosa em 30/11/2019
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (Edvaldo Rosa www.sacpaixao.net) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.


Comentários


Imagem de cabeçalho: Shandi-lee/flickr