Textos


TODAS AS FACES DO MUNDO...
 
Fico imaginando se o mundo tivesse uma face, como seria...
Este mundo das coisas já apresenta uma feição, insondável, gigantesca, perfeita em seus traços, em seus contrapontos, seus contrastes...
Uma feição meiga e calma, uma feição irascível e severa!
Uma feição de quem a todos e a tudo abarca, sob suas asas, sob a sua tutela...
Uma feição de quem alimenta, de quem dá casa, de quem oferece caminhos, escolhas, a depender apenas da direção que nossos corações e almas implementem aos nossos pés, ás nossas pernas...
Face esta que alguns chamariam de acaso, outros de Deus!
Face esta que nós desfiguramos dia-a-dia, com nossas ânsias e vaidades!
Mas, que também cuidamos, zelamos, para que não definhe ou pereça...
Mas este nosso mundo, mundo de coisas, não é coisa que se desgaste sem que sintamos os reflexos de nossas ações, pois o mundo apresenta-nos a sua raiva, a sua dor, seu sofrimento...
Para esta face que padece, não somos mais do que infestações de pragas, germens de uma doença... Este mundo ficara e nós é quem passaremos... Pois a duração do mundo criado nos escapará... Findaremos antes!
E neste findar reside um mistério e uma glória que nossa mente não pode capturar!
Falta-nos entendimento!
Mas, o mundo também tem outras faces, a dos que nele habitam, com ânsias, desejos e necessidades por apaziguar...
Tem as faces dos que governam, tem as faces dos que comandam, tem as faces dos que labutam, dos que procuram labutar... Tem as faces dos que sofrem, daqueles que nem sabem que existem, daqueles que vivem a sua vida como um eterno sobreviver...
O mundo tem a sua face histórica, a face que tem em si as marcas do tempo mundano, do tempo (desu) humano, a face do mundo tem um pouco de todos nós...
E a face do mundo mesmo assim é bela... É uma face tenra, pois tem os traços das crianças...
É uma face faceira, provocativa, pois tem as possibilidades da juventude...
E tem também uns tons de velhice... Da sabedoria apreendida por anos e anos de vida...
Assim, a face do mundo é um caleidoscópio!
É o que a gente desejar que seja!
A face do mundo é camaleônica, posto que pode mudar conforme as circunstâncias...
As faces do mundo, do mundo da natureza que pode evocar a Deus, e a dos homens não são bipartidas... São antes são uma mesma face que se olha no espelho das retinas dos olhos de nossos corações e de nossas almas...
Qual é face que cada leitor dessas linhas almeja mirar num relance através da janela?
Eu gostaria de ver na face do mundo a todos nós em comunhão!
E através desta união entre o tudo e o Todo, ver cair por terra o terrível véu de Maia...
E assim diante dos olhos de todos, estariam apenas filhos diante do Pai!
E se nos olhos da face do mundo caíssem fios de lágrimas, estas, creio seriam por um sentimento de alegria e paz!
 
Edvaldo Rosa
www.sacpaixao.net
21/09/2019
 
 
 
Edvaldo Rosa
Enviado por Edvaldo Rosa em 21/09/2019
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (Edvaldo Rosa www.sacpaixao.net) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.


Comentários


Imagem de cabeçalho: Shandi-lee/flickr