Textos


ESCREVER PARA EXISTIR...
 
Estive neste último dia 16 de março nas dependências do Sitio Tubarão, em Santa Izabel, SP, onde funciona a Clinica Rendição para tratamento de dependência química, coordenada por Marcelo Felipe Carletti Faria, advogado, psicólogo e Eduardo Ubiratan.
Nesta oportunidade ficou claro o acerto em levar a esta audiência os meus livros para se apresentarem como referências possíveis, neste caso em particular, para o novo caminhar dos internos desta instituição!
Segundo o Dr. Marcelo, os livros recebidos serão alvo de leituras dirigidas, como base de reflexão acerca das informações neles contidas, e sobre os pensamentos e sensações que venham a despertar nos internos, constituindo até pontos de vista, contraditórios aos que os internos tenham interiorizado dentro de si, o que é muito bom para a terapia a que são submetidos...
É que aqueles que se sujeitam ao uso de qualquer substância química, a despeito de todo prazer que venham a sentir em seus primeiros momentos, vão aos poucos se distanciando das coisas do mundo, das pessoas, de si mesmos, tolhidos pelas forças do vicio!
E os livros recebidos, de poesias em sua maioria, embora contenham uma linguagem codificada, como pedem os poemas, são o que as palavras dizem por si mesmas, e podem vir a ser conforme o entendimento de cada leitor em particular, sem deixar de ser ao mesmo tempo um recorte particular feito pelo seu autor.
Assim, se constitui num primeiro momento um diálogo a três, o livro, o leitor, o escritor, sendo que a voz deste último tenda a ser cada vez mais fraca, com o desenrolar da leitura...
É salutar que cada um dos leitores destas obras, sinta-se a só com as obras em suas mãos, posto que diante da leitura eles tenham a sensação viva de estarem diante de um espelho, que lhes tragam um reflexo do que trazem inertes dentro de seu ser.
Afinal, esta não seria uma das funções possíveis para a arte?
Porém, antes de se adentrar nesta seara, cumpre salientar que aos dependentes químicos desta instituição é proposto terapeuticamente que escrevam os seus pensamentos, descrevam os seus sentimentos, projetem no papel suas expectativas, como meio de se exporem, de se acharem, de se situarem neste momento de vida, em que procuram desvencilhar-se das correntes do vicio...
É um escrever para existir!
Não que tudo o que viveram, sentiram ou pensaram não existisse antes do ato da escrita, mas que ao fazê-lo dão a eles forma e substância que pode ser mais bem trabalhados, entendidos, moldados numa melhor configuração... E por quê?
Porque nenhum passado pode ser esquecido!
Porque por mais difíceis que tenham sido os fatos ocorridos na vida daqueles internos, ou de qualquer pessoa, estes fatos são bases, pilares, de onde se apoiará o futuro de cada um...
Assim, em meu pensar, fica a sensação da importância da arte, da educação, por serem pontos possíveis de onde venham partir os próximos passos de cada ser que com elas travem um contato...
Para além da sensação estética de uma obra, para além de suas ramificações conceituais, para além de suas raízes poéticas, ou não, ter acesso a uma leitura de qualidade, neste caso dos internos da Clinica Rendição, quanto de qualquer outra pessoa, é alargar horizontes!
Penso que em certo sentido a ignorância das coisas do mundo possa se constituir em uma benção, mas nos dias que correm, principalmente nos grandes centros, ser ignorante é fadar-se a um suicídio lento...
Quanto aos que chegaram ao autoesquecimento, pelos vicio, ignorando a si mesmos e aos seus, usarem das obras por mim oferecidas, como referenciais para um novo caminhar, só aumenta a importância de ser escritor, e a responsabilidade em escrever...
E suscita a questão do pra quê se escreve e o porquê e pra quem?
Num primeiro momento, sem aprofundamentos, sem filosofias, como no caso destas pessoas, alvo de minha visita, e destinatários de minhas obras, escrevemos cada um por seu turno para existir!
- E se é para dar existência, que seja dada ao que é o melhor de nós, e isso é fruto de uma luta diária!
E segundo palavras do Marcelo:
“Não venci todas as vezes que lutei, mas perdi todas as vezes que deixei de lutar!”
 
Serviço:
www.novavisaodavidatratamentos.com.br
https://www.facebook.com/novavisaodavida
Centro de recuperação de dependentes químicos Rendição ltda.
Antiga Estrada de Jacareí, Km 2.5
Santa Izabel – SP
Dr. Marcelo 11 94329-5163
 
Edvaldo Rosa
www.sacpaixao.net
18/03/2019
 
 
 
 
 
 
 
 
Edvaldo Rosa
Enviado por Edvaldo Rosa em 18/03/2019
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (Edvaldo Rosa www.sacpaixao.net) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.


Comentários


Imagem de cabeçalho: Shandi-lee/flickr