Textos


VIAJANDO DE CARONA NO ARCO-ÍRIS DE EMMANUELLE POR EMMANUELLE - MARIA APARECIDA

Penetrar no mundo conceitual e afetivo de uma mulher já não é por si só uma tarefa fácil, quando se trata de uma poeta como Emmanuelle por Emmanuelle se torna um desafio.
Viajando de carona no arco-íris é o seu livro de 2009 pela Scortecci Editora que impressiona pela fluidez dos poemas, pela carga imagética apresentada em vários deles, pois o livro de 114 páginas é denso, encantador e mágico.
Em mim, ficou a sensação de uma procura pela felicidade!
Por um ora se concretiza e ora se desfaz em um sem números de porquês...
O poema “Muito além” é um pouco isso...
Os poemas que seguem marcam também por apresentarem uma transitoriedade, em muitas vezes difícil ou impossível de reter.
Afinal, o amor em nós não é dependente do amor do outro, carecendo que se perpetue em ambos os corações e mentes?
Assim, neste livro que fala de desejos, sonhos passiveis de não se realizarem, com poesias líricas, amorosas, delicadas e profundas, não estaríamos frente a frente com o próprio amor e sentimentos da gente?
Procurando não confundir poeta e poesia, não posso deixar de aludir á possível agudeza no ser Emmanuelle por Emmanuelle, onde, as duas personas não se confundiriam neste livro?
Seja como for, o amor aqui apresentado é sempre um fim a ser alcançada, como o tesouro que sempre está a nossa espera do outro lado do arco-íris...
Em “Sonâmbula” a imersão no amor do outro é o que dará sentido ao viver e que fará com que o ser lírico se perpetue no próprio tempo.
Tempo que aqui neste livro é fluido, rápido, mordaz!
Assim, poema por poema Emmanuelle por Emmanuelle imprime um dinamismo aos temas apresentados inerentes á própria passagem da vida! - Com altos e baixos...
Vida esta, que bem poderia ser a de qualquer leitor, como a minha!
A escritora Emmanuelle por Emmanuelle transpassa aos seus textos poéticos a presença de uma poeta madura, cativante e intensa.
Para mim os poemas aqui deste Viajando de carona no arco-íris vem carregados de um tom triste, saudoso, dependente do outro, “Em desalinho” me senti assim...
Seguem poemas belos, plásticos, que de tão sensíveis, são tocantes...
Penso diferentes as poesias escritas por homens e das escritas por mulheres... Ângulos de visão diferentes!
Aqui neste Viajando de carona no arco-íris, os sentidos da poetisa transitam por diversas direções, apresentando um emaranhado de sensações que surpreendentemente não se conflitam. – São claros!
Ressalto que o que li aqui, são poemas carregados de intensidade e beleza, intensos!
Convido a meus leitores para conhecerem o trabalho profícuo desta poetisa,pois vão além destes meus apontamentos as surpresas apresentadas por esta poetisa, a mesma que grita a plenos pulmões poéticos em “ Poemas”:
- Existes. Existo. E tão distante, é a mesma que taxativa declara:
Se não quiser o meu amor, então me deixe chorar, no seu ombro,... Por você.
Em mim as peças poéticas de Emmanuelle por Emmanuelle surpreenderam devido aos desenlaces, quem sabe a sensação que provocará em futuros leitores?
Ficam a dica da leitura e o convite, pois a leitura deste Viajando de carona no arco-íris de Emmanuelle por Emmanuelle poderá proporcionar uma viagem surpreendente...
Quem sabe após a leitura destes poemas, não compreenderemos melhor o próprio amor da gente?
E agora ainda é tempo, pois os temos á nossa frente, e nem todos dentre nós, somos poetas competentes como Emmanuelle por Emmanuelle para eterniza-los em poemas sempre perenes!

Edvaldo Rosa
www.sacpaixao.net
25/02/2019
 
Edvaldo Rosa
Enviado por Edvaldo Rosa em 04/03/2019
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (Edvaldo Rosa www.sacpaixao.net) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.


Comentários


Imagem de cabeçalho: Shandi-lee/flickr