Textos


QUASE EM SEGREDO...
 
Quem poderá entender o amor da gente?
Este que desafia o tempo, e o espaço,
Que ainda hoje atira um nos braços do outro,
E que cola nossos lábios em mais um beijo de amor louco?
Quem entenderá o que sentimos,
Bem no fundo do peito,
Em nossas almas?
Agora que um existe sem o outro,
Agora que só existe um vivo e um só corpo...
Basta fechar os olhos e está ao meu lado,
Ainda evola no ar o teu perfume...
Ainda ouço os teus murmúrios e teus queixumes...
É porque não sabem de nosso amor os seus mistérios,
Que antes vivíamos também um dentro do outro,
E agora, guardo você comigo, só meu, quase em segredo,
Nas memórias de meu corpo e de meus sentidos,
Que tempo algum, que nenhuma distância, que nenhuma ausência,
Pode apagar...
Sem aniquila-las junto comigo!
 
Edvaldo Rosa
www.sacpaixao.net
01/01/2018
 
Edvaldo Rosa
Enviado por Edvaldo Rosa em 27/01/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (Edvaldo Rosa www.sacpaixao.net) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.


Comentários


Imagem de cabeçalho: Shandi-lee/flickr