Textos


A PARTE QUE LHE CABE...
 
 
Se uma imagem fala por si mesma,
Fala, mas não a toda gente...
A criança deitada, escondendo o rosto,
Tem seu corpo posto, no rez da terra,
Naquela, em que seu futuro é roto!
O que sabe ela?
O que sabemos nós outros?
Passamos todos...
E ela?
Fica aos pés da mãe?
Do pai?
De irmãos, frutos quiçá da fome de corpos loucos...
Todos aos pés, sob os pés de nós outros...
- Deitada em berço esplêndido!
Mas, afinal o que sabe ela?
Será que o que passa, enquanto passam as horas, os dias, os anos,
É afinal, a parte que lhe cabe neste latifúndio?
-A espera quem sabe, de quando despertar do sono,
Nós lhe atiremos migalhas,
Com pressa, virando o rosto!
 
 
Edvaldo Rosa
www.sacpaixao.net
15/05/2017
 
 
Edvaldo Rosa
Enviado por Edvaldo Rosa em 15/05/2017
Alterado em 15/05/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (Edvaldo Rosa www.sacpaixao.net) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.


Comentários