Textos


CILADAS DO AMOR.
 
Chega ás minhas mãos o livro “Ciladas do Amor”, de Mora Alves, terceiro livro desta escritora e poetisa de Guarulhos, SP.
Começo a trilhar os caminhos descritos pela autora, caminhos que falam do amor de hoje, diferente e distante do amor dos românticos, dos poetas, dos músicos...
 “Ciladas do Amor” de Mora Alves, vem falar do amor real, do dia a dia...  Daqueles que se iniciaram no sonho, alimentados de esperança, mas que degringolaram com o passar do tempo e das circunstâncias...
Fala daquele amor que escancara suas mazelas nos telejornais da TV aberta.
Daquele amor que grita a sua dor nos programas policiais...
E daquele amor que se cala, nos recantos de muitas casas de nosso país, medrado, desconfiado, inseguro... Prisioneiro em si mesmo, prisioneiro daqueles a quem julga amar!
Mas, é bom que fique claro, se o livro de Mora Alves, é um verdadeiro grito de alerta, contra a violência a que muitas mulheres estão sujeitas... Um grito de alerta contra a sujeição a que muitas mulheres se sujeitam por vários motivos, uns de foro pessoal, outros por imposição de cunho social... Também é um romance maduro, bem estruturado, que prende a atenção do leitor, que não vê a hora de se chegar ao final. E que se coloca o dedo na ferida, também não se furta a apontar rotas de fuga.
Assim, Mora Alves mostra-se competente em sua narrativa, urdindo uma história com mestria, “Ciladas do Amor” é um romance repleto de muitas reviravoltas que vai levando o seu leitor mais atento a um final surpreendente, e a um final que desde as suas primeiras páginas foi certamente aguardado.
Quem hoje, não espera um grande final para uma história de amor?
Com a leitura dos capítulos desta trama, pude sentir apreensão, alegria, surpresa, e alivio...
Uma gama de sensações proporcionadas por Mora Alves, que justifica as palavras de Castelo Hanssen:
“Mora Alves confirma o que já tinha demonstrado em” Novo Amanhecer”. É uma ficcionista completa...”
“Ciladas do Amor” é um romance muito atual que surpreende por sua atualidade, pela frieza de certos acontecimentos, que levanta inúmeros questionamentos, que foram oportunamente lembrados pelo escritor e poeta Wilson Jasa:
“Ciladas do Amor” é um livro forte, (...) e fará com que seus leitores repensem na própria existência de sonhos, paixões, desilusões; e quem sabe até possam mudar para melhor a si mesmos...
Quanto a mim, penso que Mora Alves, neste terceiro livro, e segundo romance, “Ciladas do Amor” cumpre o seu papel de transpor a realidade para a ficção, e assim ajudar a se refletir sobre tema tão pungente: A violência doméstica, confundida e ou mascarada pelo que se chama de amor!
Mas é a própria autora que lança um questionamento também muito importante:
“Libertar-se do passado, será que o amor conseguirá apagar as marcas deixadas por ódio e vingança?”
Após a leitura deste romance “Ciladas do Amor” e mesmo antes, eu trago comigo um pensamento:
Se o amor, livre de amarras, pré-conceitos, sentimentos de posse, egoísmos e falsas expectativas não nos salvar, nada, nada nos salvará!
O problema é que possivelmente poucas são as pessoas que vivenciam um amor assim...
Assim, o romance “Ciladas do amor” lança um alerta, que todos nós possamos aprender a amar!
 
 
Edvaldo Rosa
www.sacpaixao.net
24/03/2016
Edvaldo Rosa
Enviado por Edvaldo Rosa em 21/04/2016
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (Edvaldo Rosa www.sacpaixao.net) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.


Comentários


Imagem de cabeçalho: Shandi-lee/flickr