Textos


Por que sempre a solidão vem junto com o luar?
 
O dia esconde verdades da gente,
Passa, como se tudo nunca fosse passar,
Anda com uma pressa, que nos atropela, nos esmaga,
Como se dele nunca fossemos nos apartar!
Mas chega uma hora que tudo passa...
E estando frente a frente com a gente,
Os nossos olhos não mais nos veem, como os outros nos olham,
Pois, não temos como disfarçar!
Estamos sós em pleno mar, em que nossas vidas se desenrolam,
Levadas a frente, pelos ventos sobre o mar...
E sobre o mar, acima de nossos olhos,
A lua triste, porque só, teima em nos guiar...
E na infinidade de coisas tão infinitas,
Uma alma, uma respiração, a pulsação de uma vida,
Não é nada é uma coisa tão mínima...
E a solidão vem de mãos dadas com a lua,
Pois ela trás uma verdade nua e crua:
Ficará a terra, o mar e a própria lua,
Pois tudo, quase tudo, tem que passar!
- A sós!     
 
Edvaldo Rosa
www.sacpaixao.net
13/11/2015
 
 
Edvaldo Rosa
Enviado por Edvaldo Rosa em 05/03/2016
Alterado em 17/09/2016
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (Edvaldo Rosa www.sacpaixao.net) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.


Comentários


Imagem de cabeçalho: Shandi-lee/flickr