Textos


SOMOS TODOS POEMAS À FLOR DA PELE!
 
Hoje estou fazendo aniversário!
Faz dois anos que cheguei a esta casa de sensibilidade em forma de poemas, crônicas, arte e cultura, Poemas à Flor da Pele abre as suas portas para mim, escancarando-se, amável e amigavelmente para mim.
São dois anos que venho aqui, dar o que espero ser o melhor de mim, pensamentos, sentimentos, sensibilidade!
Este,  Poemas à Flor da Pele é um abrigo, uma casa, onde tenho passado por momentos de alegria, onde o incentivo é sempre constante, sincero, farto!
O importante na vida, o essencial, é o contato, que seja humano, sincero, direto, aberto e franco, o que importa não está nas coisas, mas nas pessoas.
O que me é mais caro são os olhares, que realmente olham, as bocas que realmente falam, os braços que abraçam, o estar conosco, o se importar!
Eu que não venho diariamente, aqui, sempre que retorno sinto como se fosse pela primeira vez, é sempre muito bom...
Poemas à Flor da Pele é assim; amizade!
Mas, também, o que lhe dá um realce, e o caracteriza, é um movimento sério e engajado pela Cultura em nossas terras continentais, Brasil!
Quantas não foram nestes dois anos, em que fui testemunha ocular, e participante até, as ações em prol da Cultura brasileira.
Os saraus, as antologias, os eventos de lançamento de livros, a divulgação de seus membros, as participações também individuais de seus membros em outras esferas da cena cultural brasileira, foram algumas das atividades deste Poemas à Flor da Pele, e que venham mais, e mais, pois o que fazemos aqui e agora, e o que já foi feito, se constitui em uma semeadura com vistas ao futuro! E o futuro começa sempre no agora, no já, no instante presente, que se passar sem atitude e empenho, será apenas um instante perdido no nada das tantas possibilidades do que poderia vir a ser...
Mas, Poemas à Flor da Pele, não se omite ao trabalho, á lide literária, artística, Poemas é movimento!
Poemas é o movimento de corações e almas, em prol do próximo, de todos, a partir da valorização de cada membro que o constitui...
Mas, Poemas também é aquilo que nos atiça os sentidos, arrebata nossas almas e corações...
Poemas é à Flor da Pele, tão essencial quanto respirar!
Que venham outros anos, abundantes em inspirações e transpirações...
Mas, sobretudo, que venham outros momentos em que em encontros literários, culturais, em atividades afins, haja o abraço que abraça, o olhar que olha, a boca que se abre e nos agradece a presença, o empenho, o trabalho nas artes, na locomoção neste país continental, e nos diga em palavras e atos:
-Como é bom você estar aqui!
E eu posso muito bem dizer o que vai aqui exposto, num misto de agradecimento e declaração, pois recebi este acarinhamento de Soninha Porto, e de outros membros desta casa.
Recebi em São Paulo nos saraus do Poemas à Flor da Pele, de Doroty  Dimolitsas!
Recebi em todos os lugares em que estive com o Poemas!
Em que participei com o Poemas!
E até quando me ausento, por um motivo ou outro, motivos aliás que não explicam nada, que não amenizam a falta que fiz, ou que fazem todos desta casa...
Afinal, nós todos somos Poemas...
Mas, não qualquer Poemas, nós somos todos Poemas à Flor da Pele!
 
 
Edvaldo Rosa
www.sacpaixao.net
02/12/2015


E a festa de aniversário continua em:
http://www.poemasaflordapele.com.br/2015/12/somos-todos-poemas-flor-da-pele.html#.Vl9ygbiDFBc 
Edvaldo Rosa
Enviado por Edvaldo Rosa em 02/12/2015
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (Edvaldo Rosa www.sacpaixao.net) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.


Comentários


Imagem de cabeçalho: Shandi-lee/flickr