Textos


(DES) CAMINHOS...
 
Como podemos viver assim tão distantes um do outro,
Nosso mundo não tem paredes?
E são nossas todas as direções e nenhum lugar?
Será que o nosso presente, quase sem passado,
Prenuncia o nosso futuro, assim de distâncias,
Eu vi tua foto mais linda, aquela que trago comigo guardada,
E fiquei pensando nisto tudo, e em nada...
Já que nossas vidas não se reaproximam
E nossos pés não palmilham a mesma estrada...
Eu estou feliz por ti, e por você existir, mesmo que tão distante!
- Pelo menos a beleza existe em algum lugar!
Ao menos minhas lembranças mais doces me aguardam em algum lugar!
Elas estão contigo, todas estão em teu olhar, em teu sorriso triste/tímido...
Hora dessas “desraizo”, tiro o pé do lugar,
E vou estar contigo, onde quer que se encontre!
Hora dessas, volta para trás, você sabe onde moro...
Isto é, se ir para frente não doer,
Isto é se vir para trás não matar!
 
 
Edvaldo Rosa
www.sacpaixao.net
25/08/2015
 
 
Edvaldo Rosa
Enviado por Edvaldo Rosa em 25/08/2015
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (Edvaldo Rosa www.sacpaixao.net) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.


Comentários


Imagem de cabeçalho: Shandi-lee/flickr