Textos


AINDA NEM DESFIZ AS MALAS...

Finalmente sinto o perfume quente
que o meu corpo exala!
De certo estava morto ontem,
E anteriormente...
E meus sentidos nem me notavam,
Estava com a mente (des) ligada:
Tudo rotinas, todo estradas.
Só agora chego a sentir o perfume
do sabonete verde de camomila...
Só pode ser dela;
não deitei lavanda na cara...
A barba esta mal feita,
ainda nem desfiz as malas!

Edvaldo Rosa
13/10/2013
www.sacpaixao.net
Edvaldo Rosa
Enviado por Edvaldo Rosa em 30/06/2014
Alterado em 30/06/2014
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Edvaldo Rosa www.sacpaixao.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários


Imagem de cabeçalho: Shandi-lee/flickr