Textos


NÃO DESISTA DA VIDA - MARCIAL SALAVERRY

http://www.recantodasletras.com.br/autores/masalaverry

"Marcial" marcial@prosaepoesia.com.br;



A partir de um lindo pensamento de Lamartine, meu sábio amigo e guru L'Inconnu, traçou uma de suas obras primas (palavras em negrito), que transcrevo e comento abaixo. Parabenizo L'Inconnu pela beleza de trabalho.

Vejam só:

"Justo quando a lagarta achava que o mundo tinha acabado, ela virou uma borboleta"
Lamartine


Resista!!

Enquanto tivermos forças, devemos resistir à idéia de derrota, e sempre procurar uma maneira de atingir nossos objetivos. Os gaúchos tem uma expressão que revela bem essa disposição: "Não está morto quem peleja..."


Resista um pouco mais... mesmo que as feridas latejem e que a sua coragem esteja cochilando.

Muitas vezes chegamos perto do limite de nossa resistência. E bate aquela vontade de mandar tudo pro espaço e entregar os pontos. É chegado o momento de buscar lá no fundo do poço aquela reservazinha de vontade que o Amigão sempre deixa para todos... O negócio é saber retirar lá do fundo e iniciar a reação. Só há uma circunstância que nos impede de reagir. É a morte.


Resista mais um minuto e será fácil resistir aos demais.

É aquele restinho de forças que ainda temos... esse minuto que pode ser fatal ou vital, dependendo de nossa atitude.


Resista mais um instante, mesmo que a derrota seja um ímã... mesmo que a desilusão caminhe em sua direção.

Quando estivermos mesmo no bagaço, no limite do limite, ainda cabe a última pergunta: "Será que não há nada mesmo a fazer?" Ainda estamos respirando? Então sempre há algo a fazer. Pensar na busca de uma saída. E se não der certo... pelo menos tentou-se.

Pelo menos ficou o consolo de ter lutado até o último suspiro...


Resista mais um pouco, mesmo que os invejosos digam para você parar... mesmo que a sua esperança esteja no fim.

Vocês já notaram que, quando a situação está nesse limite perigoso, sempre aparece algum "amigo" para tirar a última azeitona da empadinha? É aquele tal que balança negativamente a cabeça, dizendo: Ferrou-se. Por que será que sempre essas figuras soturnas estão desejando que alguém se dane? Muitas vezes é inveja mesmo. Quem não tem esse sentimento mesquinho, procura ajudar e não empurrar mais para o fundo, tirando o pouco ânimo de que ainda dispomos...


Resista mais um momento, mesmo que você não possa ainda avistar a linha de chegada... mesmo que as inseguranças brinquem de roda à sua volta.

Dureza... Estamos no talo mesmo. A coisa parece mesmo estar perdida. Não vemos o fim... Mas... talvez esteja depois daquela curva. Ela até que não está longe... com um pouco de esforço chegaremos lá. É aquele algo mais necessário para se começar a reação. Quando o objetivo está longe, e parece inalcançável, vamos por partes (como fazia com muita propriedade, Jack, o Estripador).


Resista um pouco mais, mesmo que a sua vida esteja sendo pesada como a consciência dos insensatos, e você se sinta indefeso como um pássaro de asas quebradas.

Meu amigo L'Inconnu é jogo duro mesmo. A coisa está abaixo... bem... do cachorro. Não existe nada mais indefeso do que um pássaro de asas quebradas, a não ser um peixe fora d'água. Mas este ainda pode dar um último salto e voltar para a água. E é isso o que podemos e devemos fazer... tentar o último salto, que nos permita recomeçar a viver. Agora o pássaro de asas quebradas... e se houver um gato nas vizinhanças, então... A saída é ser um peixe fora d'água, ao invés do passarinho do L'Inconnu...


Resista, porque o último instante da madrugada é sempre aquele que puxa a manhã pelo braço e essa manhã bonita, ensolarada, sem algemas, em breve nascerá para você, desde que você resista.

Linda imagem esta... Visualizem o nascer do sol... Um dos mais belos espetáculos da Terra. É o renascer da vida. É o renascer do amor. É o prêmio para quem não desistiu, e conseguiu seu objetivo. Quer prêmio melhor do que este? Eu não conheço...


Resista, porque eu estou sentado, na arquibancada do tempo, torcendo ansioso para que você vença e ganhe o troféu que você merece: A FELICIDADE.. .

Sem mais comentários. Só quem resistiu e chegou lá, é que pode entender como é gostoso poder olhar para trás e ver quantos obstáculos foram vencidos, quantos leões e crocodilos passaram fome por sua gana de viver. É gratificante ainda ter forças, erguer os olhos para o céu, e dizer: OBRIGADO AMIGÃO pela vida que me destes, pelos problemas que enfrentei, pelos obstáculos que superei.

Tenham uma BOA NOVA SEMANA
Edvaldo Rosa
Enviado por Edvaldo Rosa em 29/03/2007
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Edvaldo Rosa www.sacpaixao.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários


Imagem de cabeçalho: Shandi-lee/flickr