Textos


ÉS ASSIM... MÃEZINHA!

Foto de arquivo particular:Eudália Alves minha mãe!

Minha mãe, minha vida, vida minha,
Insuflastes a vida em meu ser,
Com o próprio respirar...
Abriste as portas do mundo, para mim,
Com teu corpo, com teu ser...
Mostraste a luz do mundo,
Refletindo-a com o próprio olhar!
Ensinou-me do que não chorar,
Mostrando-me do que sorrir!
E colocou-me a seguir,
Com o exemplo de como caminhar!
Minha mãe, mãe minha,
Um tanto menina, me faz sonhar,
Outro tanto, moça traquina,
Me fez ousar...
E mulher, quando a minha sina,
Nas mãos já não tinha,
Oh! Mãezinha,
Fez-me homem, para o amor...
Pronto para amar!

Edvaldo Rosa
www.sacpaixao.net
08/05/2013

Edvaldo Rosa
Enviado por Edvaldo Rosa em 11/05/2013
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Edvaldo Rosa www.sacpaixao.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários


Imagem de cabeçalho: Shandi-lee/flickr