Textos


De que me adiantam estes olhos verdes?
 
Tenho olhos que olham através da solidão,
Outros olhos que se entreolham,
Com alegria e emoção!
Olho insistente, mãos que se procuram,
Que se enlaça em outros corpos,
E braços que se abraçam...
E bocas sem pudor que se consomem...
Vejo homens e mulheres, aos pares,
Evolando nos ares, a sua paixão!
Tenho olhos que tudo vêem...
Que choram!
Que sorriem entre dentes...
Um sorriso triste estridente,
Que me vem do fundo do meu ser!
De que me adiantam estes olhos,
Se não te vejo na minha frente?
Se estás tão distante de mim, com outras gentes...
Fazendo doer, amargurado, o meu coração!
 
Edvaldo Rosa
www.sacpaixao.net
30/01/2013
Edvaldo Rosa
Enviado por Edvaldo Rosa em 30/01/2013
Alterado em 15/02/2013
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Edvaldo Rosa www.sacpaixao.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários


Imagem de cabeçalho: Shandi-lee/flickr